O movimento #MeToo acusa os atores Jo Jae Hyun, Jo Min Ki e Oh Dal Soo de praticar assédio sexual

Loja de artigos de k-pop

O movimento #MeToo traz revelações chocantes para o setor de entretenimento coreano.

O movimento começou com as acusações de um internauta sobre o ator Jo Min Ki . A mulher afirmou que o ator de 52 anos, que também era professor na Universidade de Cheongju, usou sua autoridade para assediar sexualmente estudantes; convidando-os para sua casa, oferecendo bebidas e até mesmo pedindo que os alunos vivam com ele. Suas atividades sexuais inapropriadas  suspenderam do instituto. A agência nega as acusação, no entanto, cada vez mais vítimas continuam a vir átona. Atualmente, Jo Min Ki desativou suas contas das redes sociais e cancelou todos os seus horários.

Outro internauta revelou que o famoso ator comediante com o sobrenome “Oh” também é um assediador sexual. O internauta declarou: “Nos anos 90 no teatro de Busan, ele era um ator que constantemente perseguia as jovens hooba. Atualmente, é um ator famoso. Para mim, ele é um pervertido, diabo e um psicopata. Estou recebendo tratamento mental nos últimos 20 anos devido ao choque do incidente. Espero que ele seja punido “.

Com base nas pistas fornecidas na postagem chocante, Oh Dal Soo , que estrelou vários filmes de sucesso, incluindo ‘ Along With the Gods: The Two Worlds ‘, ‘ The Thieves ‘, ‘Ode To My Father ‘, ‘ The Attorney ‘, ‘ Miracle in Cell No. 7 ‘, com o rumor que ele é um assediador. Ele ainda não forneceu nenhuma declaração oficial sobre o assunto, mas , no dia 23 de fevereiro, anunciou-se que Oh Dal Soo e a atriz Chae Kook Hee se separaram.

Após Oh Dal Soo, surgiram acusações contra o famoso ator ‘ J ‘. Uma suposta vítima afirmou que “J” beijou vigorosamente um membro da equipe e tocou seu peito. Quando a notícia explodiu nas manchetes, a atriz Choi Yul compartilhou uma foto de Jo Jae Hyun em seu Instagram e revelou: “Eu estava pensando se isso seria interrompido. Aconteceu mais cedo do que eu pensava. Agora é apenas o começo. Ainda há muitos mais lixo, não posso dizer muito porque tenho muito a perder, mas até o dia onde não haverá pervertidos #metoo # com você “.

Em uma entrevista com JTBC , uma suposta vítima revelou que Jo Jae Hyun foi nela por trás e colocou a mão debaixo de suas roupas, e mais tarde, deu dinheiro, dizendo para esquecer tudo.

Em resposta às acusações, sua agência afirmou que está atualmente verificando com o ator e fará uma declaração oficial após discussão. Enquanto isso, sua filha Jo Hae Jung , também uma atriz que estrelou o drama ” Weightlifting Fairy Kim Book Joo “, desabilitou os comentários do seu Instagram.

#MeToo também apontou vários diretores como assediadores sexuais. Muitos esperam que o movimento faça uma mudança na indústria do entretimento.

Fonte: allkpop

1 COMMENT

LEAVE A REPLY