Petição relacionada ao caso de abuso sexual de Jang Ja Yeon tem nova a testemunha

Petição relacionada ao caso de abuso sexual de Jang Ja Yeon tem nova a testemunha

Uma petição do governo relacionada à falecida atriz Jang Ja Yeon vem ganhando atenção após as recentes notícias de que há uma nova testemunha no caso de abuso sexual.
A atriz Jang Ja Yeon, é conhecida por estrelar o drama Boys Over Flowers, morreu em março de 2009, deixando uma carta final revelando que foi forçada a entreter sexualmente figuras do mundo dos negócios e da mídia. Na época, a polícia liberou cerca de 10 nomes acusados de abuso sexual que foram mencionados na lista da atriz, e o caso terminou com apenas o CEO e gerente da agência da atriz sendo acusado de agressão e difamação.
Em 28 de junho, o Newsroom da JTBC informou que a ex-colega de Jang Ja Yeon, Miss Yoon, que estava na mesma agência, era na verdade uma testemunha do caso de assédio sexual na época.

Petição relacionada ao caso de abuso sexual de Jang Ja Yeon tem nova a testemunha
Miss Yoon explicou: “Havia figuras empresariais e políticas presentes no local. Eu dei um testemunho consistente [na época], mas eles receberam apenas as denúncias do agressor”.
Ela continuou dizendo: “Eles fizeram declarações de assédio sexual, como ‘Uma mulher tem que ter uma figura bonita’, mas não havia ninguém para contê-los. Houve também momentos de assédio sexual físico. Teve duas ou três vezes quando eles sentavam à força [Jang Ja Yeon] para toda vez que ela tentava se levantar. Senti-me culpada por não poder corrigir a injustiça que [Jang Ja Yeon] tinha [sofrido]. Tudo o que fiz foi dizer como é, mas quando vi que estava sendo encoberto, fiquei com medo – confessou ela”.
Depois que a entrevista de Miss Yoon foi divulgada, uma petição nacional relacionada ao caso foi publicada na página inicial para petições do governo e está recebendo muita atenção. Se uma petição receber 200.000 assinantes dentro de 30 dias, um funcionário do governo deve dar uma resposta oficial dentro de um mês.

Fonte: (1)

Deixe aqui sua opinião sobre