Polícia esclarece que caso de direção embriagado de Choi Jong Hoon não foi intencionalmente encoberto

Polícia esclarece que caso de direção embriagado de Choi Jong Hoon não foi intencionalmente encoberto

Em 18 de abril, a Divisão de Crimes Intelectuais da Agência de Polícia Metropolitana de Seul declarou que não encontraram evidências de que o incidente de dirigir embriagado de Choi Jong Hoon, de 2016, tenha sido intencionalmente impedido de ser coberto pela imprensa.

Choi Jong Hoon admitiu oferecer um suborno a um policial dizendo a ele: “Eu lhe darei 2 milhões de won (aproximadamente US $ 1.762 dólares), então deixe este incidente”, quando ele foi pego dirigindo bêbado. No entanto, a nova atualização da polícia indica que o incidente de dirigir bêbado não foi deliberadamente encoberto e que o policial presumivelmente não aceitou o suborno.

A polícia descobriu que a delegacia de polícia encarregada do caso (Esquadra de Polícia de Seul Yongsan) havia informado a Agência da Polícia Metropolitana de Seul sobre o fato de Choi Jong Hoon ser uma celebridade e ser pego alcoolizado. Isso foi encontrado através de registros de investigação em um celular pertencente ao policial encarregado do caso na época.

Além disso, a polícia investigou os registros da conta bancária dos participantes do chat em grupo com Choi Jong Hoon, bem como os de todos os policiais da Delegacia de Polícia de Yongsan, e não encontraram evidências de conexões corruptas com o superintendente sênior Yoon e o CEO da Yuri Holdings Yoo In Suk, ou outros policiais no comando de investigações.

Choi Jong Hoon será encaminhado à promotoria em 19 de abril sob acusações de tentativa de suborno. Ele foi notificado sobre essas acusações no mês passado.

Fonte: (1)

Deixe aqui sua opinião sobre