Jung Joon Young admite todas as acusações feitas contra ele

Jung Joon Young admite todas as acusações feitas contra ele
HONG KONG - OCTOBER 10: South Korean singer-songwriter Jung Joon-young attends a press conference of tvN travel program on October 10, 2017 in Hong Kong, China. (Photo by VCG/VCG via Getty Images)

Em 10 de maio, às 11 horas KST, a primeira audiência preparatória para Jung Joon Young foi realizada por acusações de violar a Lei Especial de Repressão de Crimes sexuais.

Uma audiência preparatória permite ao tribunal determinar como o julgamento deve prosseguir no futuro depois de ouvir as declarações tanto do lado do réu quanto da acusação. O réu não é obrigado a comparecer.

No entanto, Jung Joon Young chegou ao Tribunal Distrital Central de Seul por volta das 9:30 da manhã. O ex-funcionário da Burning Sun, Kim, que foi indiciado por acusações de quase estupro, também participou da audiência junto com o cantor. Além dos dois, quatro advogados para os réus e um advogado representando a vítima também compareceram à audiência.

Durante a audiência, os advogados de Jung Joon Young afirmaram que o cantor admite os fatos listados pela promotoria para as acusações que são feitas contra ele. Eles também comentaram sobre a investigação em andamento a respeito de suspeitas de agressão agravada e disseram: “A investigação policial para Choi Jong Hoon, que teria sido um cúmplice [de Jung Joon Young], está na sua fase final. Não vai demorar muito mais [para finalizar]. Queremos realizar uma acareação [para todas as acusações]”.

Os advogados continuaram: “Nós suspeitamos que há duas vítimas [de filmagens filmadas ilegalmente]. Vemos a necessidade de o Ministério da Justiça designar defensores públicos para as vítimas, para que possamos chegar a um acordo”.

O Ministério da Justiça aceitou os pedidos do advogado para considerar um julgamento conjunto de todos os encargos e marcou a próxima audiência a ser realizada no dia 14 de junho, às 11h KST.

Fonte: (1)

Deixe aqui sua opinião sobre