(Português do Brasil) Jung Joon Young e Choi Jong Hoon negam acusações de estupro 

Jung Joon Young e Choi Jong Hoon negam acusações de estupro 

Você pode me seguir no Tiktok por aqui

Followers

Seguir

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Jung Joon Young e Choi Jong Hoon  negaram acusações de violação agravada (refere-se a violação que envolve dois ou mais perpetradores) numa audiência preparatória que teve lugar no dia 27 de Junho, às 11 horas, no Tribunal Distrital Central de Seul.

Uma audiência preparatória permite ao tribunal determinar como o julgamento deve prosseguir no futuro depois de ouvir as declarações tanto do lado do réu quanto da acusação. O réu não é obrigado a comparecer.

Choi Jong Hoon é acusado de dois casos diferentes de estupro agravado, enquanto Jung Joon Young foi acusado de violar o Ato Especial sobre Punição de Crimes Sexuais, bem como o estupro agravado. Os dois estavam presentes na audiência, juntamente com outros membros do chat em grupo, o Sr. Kwon, o funcionário da Burning Sun, Sr. Kim, e o Sr. Heo.

O representante legal de Jung Joon Young declarou: “Em relação às acusações de estupro agravado em 20 de março de 2016, admitimos que houve relação sexual, mas não é verdade que ele planejou com os acusados ​​de estuprar uma mulher não especificada. Porque ela não estava inconsciente e havia um acordo mútuo, nós negamos as acusações. A conversa do KakaoTalk que foi revelada foi parcialmente editada, e a opinião do investigador (parcialidade) foi parcialmente incluída”.

Choi Jong Hoon também admitiu estar no mesmo lugar na época, mas ele negou todas as acusações feitas pela acusação, afirmando que ele não se envolveu em relações sexuais. Seu advogado declarou: “Embora ele não se lembre com exatidão dos eventos de três anos atras, ele encontrou [a vítima] na varanda, mas não fez nenhum comportamento que pudesse ser considerado assédio. Ao contrário dos outros réus, ele não se envolveu em nenhum tipo de relação sexual”.

O advogado continuou: “Nossa posição é que é seguro dizer que Choi Jong Hoon não teve relações sexuais com a vítima considerando os detalhes de como a vítima foi convidada para a reunião e entrou no hotel e também considerando a situação das mensagens do KakaoTalk”.

Enquanto isso, Jung Joon Young admitiu anteriormente todas as acusações feitas contra ele em sua primeira audiência preparatória em 10 de maio. Choi Jong Hoon foi acusado de agressão sexual em 3 de junho com base na Lei de Casos Especiais Relativos à Punição, etc. Crimes.

Fonte: (1)

Deixe aqui sua opinião sobre