(Português do Brasil) Jung Joon Young e Choi Jong Hoon pedem desculpas

Jung Joon Young e Choi Jong Hoon pedem desculpas

Você pode me seguir no Tiktok por aqui

Followers

Seguir

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O primeiro julgamento oficial de Jung Joon YoungChoi Jong Hoon, ex-empregado da Burning Sun, Sr. Kim, Sr. Heo e Sr. Kwon, ocorreu no dia 16 de julho, às 14h10, no Tribunal Distrital Central de Seul.

Jung Joon Young foi acusado pela primeira vez de violar a Lei Especial sobre Punição de Crimes Sexuais (filmando e espalhando gravações tiradas ilegalmente), que ele admitiu. Jung Joon Young, Choi Jong Hoon e outros membros do chat em grupo foram acusados ​​de estupro agravado, e o julgamento oficial por essas acusações começou em 16 de julho.

O Sr. Kim declarou: “Peço desculpas às vítimas e estou refletindo sobre mim mesmo. [No entanto,] há partes incorretas [nas cobranças]. Eu gostaria de esclarecer o que eu tenho sido falsamente acusado na corte”. Jung Joon Young adicionou que ele se sentia da mesma maneira.

O advogado de Jung Joon Young argumentou: “Nós admitimos as acusações relacionadas a filmagens ilegais. No entanto, ele não perpetrou quase-estupro ou planejou fazê-lo com os outros réus. A atividade sexual que ocorreu foi consensual, e a vítima não estava nem inconsciente nem incapaz de resistir. A conversa do KakaoTalk não é uma prova válida, pois foi obtida ilegalmente”.

O advogado de Choi Jong Hoon declarou: “Sobre as acusações de Choi Jong Hoon como indivíduo, ele encontrou a vítima na varanda, mas não a abraçou ou a beijou com força. Quanto às acusações sobre o grupo, os acusados ​​não tramaram nada juntos, e a vítima não estava em condições de resistir. Com base na memória de [Choi Jong Hoon], não houve relação sexual. Há uma pequena diferença no testemunho de Jung Joon Young. Mesmo que houvesse atividade sexual, isso não acontecia enquanto a vítima não resistisse”.

Choi Jong Hoon disse: “Peço desculpas por levantar um escândalo. No entanto, eu não estuprei violentamente ou tive atividade sexual inapropriada com [a vítima]. [Eu] também nunca planejei [qualquer coisa desse tipo]”.

Um segundo julgamento está marcado para ser realizado privadamente em 19 de agosto. As vítimas estarão presentes para serem interrogadas como testemunhas.

Fonte: (1)

1 COMMENT

  1. Q seja provado e se for verdade que peca desculpa na cadeia.
    Não estamos Aki pra passar pano pra quem usa de sua posição e dinheiro para se aproveitar do próximo. Prefiro exaltar pessoas e trabalhos q respeitam a dignidade humana.

Deixe aqui sua opinião sobre